O inverno pede um vinho

No inverno, o vinho é o campeão de vendas e presença confirmada em eventos, jantares, confraternizações e mesmo em casas das famílias brasileiras. Afinal, nada melhor do que um bom vinho para aquecer o corpo e os corações. Mas você sabe sua história, e como ele é fabricado?

Utilizado para homenagear os deuses nas civilizações antigas, em festas regadas a vinho, a viticultura teve sua origem nas planícies da Suméria e nas margens do Nilo. Os primeiros países na América a receber sementes de uvas foram: Estados Unidos, Argentina, Chile e Brasil, que vieram nas caravelas de Cristovão Colombo.

Composto por água, álcool, ácidos, glicerina, açúcar, aminoácidos, carboidratos, mono terpenos, aldeídos e ésteres, o vinho é elaborado a partir da fermentação do mosto de uvas frescas, sãs e maduras por intermédio de microrganismos chamados leveduras, as quais transformam o açúcar do suco da uva em álcool etílico, anidro carbônico e uma série de elementos secundários em quantidades variadas.

Foi somente na metade do século 19 que a produção do vinho ganhou requintes científicos: o químico francês Louis Pasteur explicou a origem química da fermentação e identificou os agentes responsáveis por este processo. Ele também inventou um método para matar a bactéria responsável pelo deterioramento do vinho, que hoje é chamado de pasteurização.

Com o passar dos anos, mais a ciência se adentrou na vinicultura: houve avanços na fisiologia das plantas, nos conhecimentos de patologias das videiras, e mais controle do processo de fermentação. Logo, vieram os tanques de aço inoxidável, que além de serem limpos mais facilmente, também permitem controlar a temperatura do vinho sem dificuldade.

O Rio Grande do Sul concentra mais de 90% da produção vinícola do país. Situada nordeste do estado, a região da Serra Gaúcha é a grande estrela da vitivinicultura brasileira. Hoje, as melhores vinícolas da Serra Gaúcha utilizam cepas nobres e contam com a mais avançada tecnologia, idêntica à utilizada nos principais países vinícolas da Europa.

A qualidade de seus vinhos certamente continuará a melhorar, pois já foi implantada a primeira DOC (Denominação de Origem Controlada) do país, Vale dos Vinhedos, como conseqüência de estudos que vêm sendo desenvolvidos há muitos anos na região.

 

SAIBA COMO É FEITO O PROCESSO DE FABRICAÇÃO DO VINHO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>