Arquivo mensais:junho 2013

Como identificar o selo mecânico ideal

Muitos clientes chegam à nós em busca de selos mecânicos mas com poucas informações sobre eles. Embora as informações sobre esse produto sejam poucas (ou pouco conhecidas), o universo dos selos mecânicos é enorme. Isso significa que não existe um padrão de selo mecânico que sirva para todas as situações. Temos modelos e medidas que são fabricadas em alta produção por serem mais usadas, mas isso não quer dizer que esse modelos mais populares são os mais indicados para a sua condição de trabalho. Quanto mais informação houver, mais fácil de encontrarmos a solução certeira para o equipamento.

Alguns dados são essenciais para a identificação de um selo mecânico: diâmetro do eixo, modelo do selo e materiais dos componentes. Além dessas informações, principalmente quando os materiais dos componentes são desconhecidos, pode ser preciso saber qual o fluido bombeado, a temperatura e a pressão de trabalho. Quando se desconhece o modelo do selo, precisaremos de mais dados ainda, como dimensionais de alojamento e da caixa de selagem, tipo de equipamento, etc.

Ao contrário do que muitos pensam, ter um código ou a marca de uma bomba não é certeza de que teremos a informação do selo mecânico a ser utilizado no equipamento. Isso porque nem todos os códigos mostram informações públicas, como modelo de selo e materiais, alguns códigos se referem ao número de ordem de produção ou algum código interno da empresa que fabricou aquele selo mecânicos específico. Do mesmo modo, saber apenas o modelo da bomba pode ser insuficiente, já que o acesso ao modelo de selo utilizado por cada fabricante é restrito, pois os fabricantes podem mudar o modelo de selo mecânico que sai de fábrica e porque o equipamento pode ter sofrido alterações ao longo do tempo que tiraram as características originais pretensamente conhecidas.

Por isso, sempre que precisar de um selo mecânico, lembre-se de ter consigo as informações essenciais e, se isso não for possível, de apresentar as informações adicionais para que possamos identificar e oferecer o selo mecânico que vai corresponder à necessidade.

 

Viton ou EPDM?

Vários são os aspectos que devem ser analisados na hora de escolher um selo mecânico: a medida de trabalho, o diâmetro do eixo, o material das faces, das partes metálicas, a vedação…e é na vedação onde ocorrem falhas frequentes quando o assunto é a escolha da vedação ideal.

Muitas pessoas pedem selos com vedação em viton sabendo que ela é muito utilizada em selos que entram em contato com fluidos corrosivos. De fato, o viton é uma borracha muito resistente e indicada para diversas aplicações, mas existe também a vedação em EPDM, que pode ser mais eficiente que o viton.

As vedações de viton e EPDM tem características semelhantes, como boa flexibilidade ao trabalhar em baixas temperaturas, são resistentes à agentes oxidantes, ao ozônio, ao sol.

Ao mesmo tempo que estas borrachas tem características semelhantes, a grande diferença entre elas é que o viton tem grande resistência a derivados do petróleo (como óleos, combustíveis, lubrificantes e solventes), e o EPDM resiste à cetonas e acetonas (usadas como solventes, vernizes, perfumes e alimentos).

O ideal é informar o fluido que será bombeado para que nós possamos indicar a melhor opção de vedação para sua bomba. A vedação que será usada no selo, se utilizada corretamente, aumentará a vida útil do selo, minimizando a manutenção das máquinas.

Posso substituir um capacitor de 50uf por um de 45uf?

A pergunta é simples e a resposta também: Pode sim! Veja o porquê.

A capacitância é o valor pelo qual o capacitor é denominado e para o qual foi fabricado. O valor real da capacitância pode apresentar uma tolerância (uma diferença), em relação ao valor nominal.

A Tolerância é uma faixa de variação admissível para a capacitância que o capacitor realmente apresenta. O valor da Tolerância pode ser expresso em valor percentual da capacitância nominal ou através de um intervalo de variação admissível da capacitância nominal.

Exemplo:

Um Capacitor de 50uF (nominal) com tolerância 10% ou ±  05uF indica que a sua capacitância real pode estar entre 45uF e  55uF. Se medirmos a sua capacitância e o valor estiver nesta faixa, o capacitor estará dentro dos parâmetros. Caso contrário, estará fora de especificação.